Este é o blog do Adote um Professor, o programa-raiz da União das Árvores (123s), ONG fundada no Rio de Janeiro em 2006. Aqui publicamos relatórios, projetos e sementes para uma Escola Ecológica. Conheça a nossa missão.


2009-08-12

Adote um Professor - Carolina Matos

Foto de Carolina Matos

"Foi nesse momento que tive um insight (na verdade, nada de grandioso ou novo, mas me soou muito claro agora), que a nossa primeira casa quando somos gerados, é o nosso CORPO, e no momento que nascemos, a nossa 'segunda casa' passa a ser o MUNDO, o planeta onde vivemos.

"Então nosso projeto é isto: CORPO(primeira casa)-ECOLOGIA(estudo da casa-mundo, casa-corpo, estudo da vida!); nosso projeto é sobre a vida desde o início dela... as relações, produções, e renovações da mesma!

"As crianças amaram saber disso! Mostraram-se muito mais interessadas na aula, pois viram -- segundo o que pude perceber -- a importância do projeto corpoECOlogia."


SementeBIOGRAFIA

Carolina de Matos Silveira nasceu em 1984 no Rio de Janeiro, Brasil e, desde criança, sempre gostou de dançar e meditar. Carolina formou-se em Licenciatura em Dança em 2007, tendo estudado e praticado Yoga desde os 19 anos. Ela trabalha na União das Árvores desde antes da formalização da ONG em 2006, semeando desde 2005 um projeto de Dança Criativa, que seria uma das bases do projeto corpoECOlogia.

De Setembro de 2005 a Dezembro de 2007, Carolina lecionou Dança Criativa para crianças e adolescentes no Solar Meninos de Luz (Copacabana, RJ). A partir de 2008, começou a trabalhar na Oficina do Sucesso (Rocinha, RJ) e, em 2009, continuou com este mesmo projeto na Creche Patronato Operário da Gávea. Foi através de Carolina que as professoras Manuela Berardo e Tatiana Kessedjian chegaram à União das Árvores, consolidando o projeto corpoECOlogia.

MudaDADOS

[1ª Instituição]
ONDE: Solar Meninos de Luz
Copacabana, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

QUANDO: de Setembro de 2005 a Dezembro de 2007, Quintas e Sextas-Feiras, das 10:30 às 12 e das 15:30 às 17, respectivamente
(no segundo semestre de 2007, as aulas de Sexta-Feira foram de 16:30 às 18).

ALUNOS: 67 alunos
-- 4 turmas ao longo de mais de dois anos, cada turma com cerca de 15 alunos, entre 6 e 13 anos.

[2ª Instituição]
ONDE: Oficina do Sucesso
Rocinha, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

QUANDO: de Março a Dezembro de 2008,
Terças e Quintas-Feiras, das 9:30 às 10:30.

ALUNOS: uma turma de 10 alunos, entre 8 e 11 anos.

[3ª Instituição]
ONDE: Creche Patronato Operário da Gávea
Jardim Botânico, Rio de Janeiro, Brasil.

QUANDO: desde Junho de 2009,
Terças-Feiras, das 14h às 16h, e Quintas-Feiras, das 13:30 às 14:30.

ALUNOS: 30 alunos, divididos em 3 turmas de 10 crianças cada, entre 5 e 7 anos de idade.

[4ª Instituição]
ONDE: Educandário Romão de Mattos Duarte,
Flamengo, Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

QUANDO: desde Setembro de 2009,
Sextas-feiras, das 12h às 12:40.

ALUNOS: uma turma de 10 crianças, com 5 a 6 anos.

Logo do projeto corpoECOlogia
O projeto corpoECOlogia está sendo desenvolvido desde 2007, por Carolina Matos, Manuela Berardo e Tatiana Kessedjian, professoras-semeadoras da União das Árvores, em parceria com escolas e comunidades da cidade do Rio de Janeiro, RJ. Trata-se de uma prática corporal voltada para crianças e jovens, que articula conceitos da Ecologia a elementos fundamentais da Dança Educação.

Seu objetivo é agregar princípios da dança e da arte-educação a um pensamento ecológico que abrange a relação do indivíduo com o seu próprio corpo, com o grupo e com o meio-ambiente, ampliando a consciência corporal, social e ambiental do aluno para que este possa se relacionar de modo mais afetuoso, cuidadoso e criativo consigo e com o meio.

Mais do que explicar e trabalhar os conceitos ambientais de forma técnica, o projeto corpoECOlogia usa os elementos da natureza através de propostas lúdicas para:
  • abrir o olhar do aluno para as sutilezas da vida, resgatando a poesia de cada ato e relação do cotidiano;
  • religá-lo ao que é da sua própria natureza;
  • despertar o sentido de pertencimento e, consequentemente, o de responsabilidade pela vida/natureza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário